R$ 20,00
R$ 20,00
R$ 20,00

Feito com tecido 100% algodão, é confortável e deixa a pele respirar, minimiza alergias e facilita a adaptação.

Possui 17cm de comprimento, 6cm de largura e 4 camadas internas. Fecho com botão de pressão.

São duráveis, laváveis, reutilizáveis e, por isso, ecológicos.

O tamanho mini é indicado para qualquer momento do seu ciclo ou então uso conjunto com coletor menstrual. Esse tamanho é fabricado em um único modelo, o aberto, que já vem com duas toalhinhas internas que totalizam 4 camadas. Pode ser usado só a capinha, com uma ou duas camadas.


+ Vem junto com o infozine Sangue Morno.


Favor consultar estampas disponíveis.

Para retirada em mãos em Aracaju entre em contato via mensagem de whatsapp (79-9-8149-8248), pela página do instagram (https://www.instagram.com/bem_me_vi/) ou pelo email contato.bemmevi@gmail.com


Clique nas imagens para ampliar.



Absorventes ecológicos

São reutilizáveis e laváveis, não devendo ser descartados. Você pode sair dessa cadeia de consumo e ficar livre de ter esse gasto todo mês, optando por uma alternativa contrária à cultura de usar e descartar, levando uma vida mais simples. Para acompanhar a dinâmica da vida moderna, ele possui abas que prendem na calcinha tão bem quanto um absorvente descartável e dura de 6 a 10 anos, conforme o cuidado que se tenha. São produzidos em tecido de algodão (sendo assim, biodegradável), e permitem a respiração natural da pele. Também não são testados em animais!


Fácil de usar

O absorvente ecológico tem as mesmas dimensões de um absorvente descartável, tem uma parte externa feita com tecido de algodão e botão para prender na calcinha e uma parte interna com tecido atoalhado absorvente. Prenda a base dele na calcinha deixando a parte atoalhada ou de flanela em contato com o corpo.

Logo após o uso, ponha de molho em água - quanto mais cedo, mais facilmente o sangue se solta. Nosso sangue é extremamente limpo e rico em nutrientes (ele era o endométrio, lembra?), podendo ser utilizado para regar as plantas, reciclando nosso ciclo. Depois do molho lave direto com sabão (de preferência sabão de coco), também podendo ser lavado na máquina de lavar. Quando estiver fora de casa, guarde-o fechado com a parte atoalhada virada para dentro e assim que puder lave-o. Evite o uso de alvejantes com cloro, que além de poluírem a água danificam o tecido - para sair as manchas é só deixar quarando no sol com sabão de coco. O absorvente ecológico é como uma calcinha, e deve ser lavado com o mesmo cuidado.


Por uma reconexão com seu ciclo vital feminino

O uso dos absorventes de pano permite que você pratique o autoconhecimento: livre dos produtos desarmônicos que desequilibram seu ciclo, você vai descobrir o seu sangue como algo natural, sem os maus odores e outras deturpações causadas pelos descartáveis. Através dessa reconexão é possível amenizar TPMs, cólicas, fluxo muito intenso e sentir–se bem num corpo que é seu.


Se planejando

A quantidade necessária de absorventes de pano para cada mulher é muito relativa. Isso depende da duração de seu ciclo, intensidade do fluxo e disponibilidade para lavá-los. Por exemplo, se você é uma pessoa que fica muito em casa e tem a possibilidade de lavá-los com frequência e colocá-los para secar, você não precisará da mesma quantidade que alguém que não tenha essa disponibilidade, além do clima local que influencia a secagem deles.

O uso combinado com o coletor menstrual deixa toda essa configuração bem diferente, já que dispensa o uso dos absorventes. Mas se você não quiser usá-lo sempre, pode alternar o uso com os absorventes, como fazem muitas mulheres.


Saúde

As fibras dos absorventes descartáveis são clareadas através de um processo de branqueamento com produtos químicos que podem causar alergias e deixam resíduos no meio ambiente. Sua superfície plástica abafa a região da mucosa da vulva, mantendo uma umidade excessiva que pode resultar em candidíase e outros desequilíbrios da microflora, principalmente os da dita 'cobertura seca'. Tampões são especialmente prejudiciais, pois são usados internamente por longos períodos de tempo, absorvendo a umidade da mucosa vaginal e uma das maiores causas da síndrome do choque tóxico, que pode ser fatal. As embalagens plásticas, aplicadores e resíduos também não são biodegradáveis, e cada mulher utiliza cerca de 10 mil absorventes descartáveis ao longo da vida. Problemas como irritações, câncer, deficiências do sistema imunológico, vaginites crônicas e ressecamentos são algumas das consequências causadas pelo uso de produtos de higiene menstrual descartáveis.